"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

Crítica

Por Romulo Rodhrigues

Adaptação feita por Burton pode ser definida como uma produção impecável, encantadora e fantástica

A famosa história de uma menina chamada Alice que depois de cair num buraco se vê transportada para um mundo de fantasias, sonhos e loucuras de Lewis Carroll ganha forma cinematográfica a partir da concepção de Tim Burton. Conhecido por filmes como Edward Mãos de Tesoura, A Fantástica Fábrica de Chocolates (remake) e Sweeney Todd, o aclamado diretor norte-americano nos presenteia com o requinte de sua marca registrada: a estética original.

Mia Wasikowska, Anne Hathaway, Helena Bonham Carter e Johnny Depp

Mia Wasikowska, Anne Hathaway, Helena Bonham Carter e Johnny Depp

Alice No País Das Maravilhas é impecável e todos os elementos que compõem a estética do longa nos dão a impressão de que Tim Burton conseguiu mais uma vez se superar. Fotografia, direção de arte, maquiagem, figurino e efeitos visuais são o maior atrativo de Alice. Mas não são os únicos, há ainda Johnny Depp, como o Chapeleiro Maluco e Helena Bonham Carter, como a Rainha Vermelha: duas atrações a parte em Alice. Aventura, fantasia e humor dão a tônica da história, que não é uma mera adaptação do conto de Carroll. Tim Burton conta a história do retorno de Alice ao Pais das Maravilhas, quando adulta, para cumprir seu destino: matar o dragão The Jabberwock no chamado Glorian Day e assim destronar a tirana Rainha Vermelha e devolver a Wonderland à Rainha Branca.

Se a história de Carroll é uma viagem ao mundo dos sonhos, o filme é um mergulho fundo no universo onírico. A tecnologia 3D talvez não seja fundamental, mas torna a obra de Burton ainda mais atraente. Nossos olhos não cansam de se encantar, tamanha a beleza de cada cena, de cada sequência. Talvez a história e o enredo tenham sido reduzidos a uma mera saga cinematográfica, mas minha interpretação é outra: trata-se de uma história simples, já contada centenas de vezes, porém contada de outra forma, sob outro olhar, com outros elementos enriquecedores. A história da saga do bem contra o mal é um clichê, mas não sou contra clichês exatamente, sou contra clichês mal executados, requentados e sem subversão.

Diálogos inteligentes, tipos incríveis, como o Gato Risonho e o Coelho Branco e adequadas interpretações histriônicas são outros ingredientes da poção mágica de Tim Burton. Outro ponto para o diretor: sua adaptação fez com que a história de Alice dialogasse com um público mais abrangente, em virtude de sua abordagem. Recomendo que embarquem no sonho de Alice no País das Maravilhas e atestem a genialidade de Tim Burton.

Em todo o mundo Alice já arrecadou quase 900 milhões de dólares. Aqui no Brasil o blockbuster já é o maior recorde da Disney, com arrecadação de 10 milhões só no primeiro fim de semana, superando assim Piratas do Caribe que era o maior sucesso da Disney até então. O longa de Tim Burton tirou o grande sucesso brasileiro Chico Xavier do topo.

Acesse o site oficial: Alice.com

Comentários em: "Alice No País Das Maravilhas: Tim Burton nos brinda com um banquete para os olhos" (1)

  1. Nathielle disse:

    Mais uma vez o mestre da fantasia entrou em ação. O Tim Burton é um dos meus diretores preferidos, pelas temáticas tratadas em seus filmes e pelo visual elaborado e fantástico dos figurinos e cenários. Tenho a filmografia quase completa dele, e esse com certeza vai entrar na minha coleção. Adaptações são complicadas porque inevitavelmente quem já viu um filme anterior ou mesmo leu um livro vai acabar comparando com a versão atual, mas com relação a Tim Burton, as adaptações costumam ser bem sucedidas como é o caso da Fantástica Fábrica de Chocolate. Mas com relação a história de Alice, a primeira adaptação do livro do autor Lewis Carroll, data de 1903, sendo um filme mudo, e produzido pelo Reino Unido. Passaram-se muitos anos, mas enfim chegou o momento em que o cinema contemporâneo nos brindou com essa nova Alice retratada no filme de Tim Burton.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: