"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

A versão brasileira do American Idol retorna e ainda tem a pretensão de revelar um ídolo brasileiro

Por Romulo Rodhrigues

Mas fato é que, até agora, podemos dizer que o slogan foi propaganda enganosa. Não me lembro, e acho que você menos ainda, dos nomes, dos rostos e muito menos das vozes dos últimos vencedores. Mas não acho que a Record esteja preocupada com isso. Afinal, os índices de audiência têm sido satisfatórios, chegando a alcançar a liderança algumas vezes.

Não se sabe se o mesmo acontecerá nesta edição. Entre as novidades, está a participação de um artista diferente em cada bancada do júri, composto por Paula Lima, Marco Camargo e Luiz Calainho, nas audições da primeira fase. Os nomes divulgados foram: Reginaldo Rossi, Luiza Possi, Marcelo D2 e Peninha.

A faixa etária dos participantes também caiu: agora adolescentes a partir de 16 anos podem participar. Quem sabe o programa não revela um novo Justin Bieber ou Miley Cyrus? Outra novidade é que o programa passará a contar a história de vida dos participantes desde o início.

Me questiono qual a verdadeira finalidade de programas desse tipo, o porquê da busca incessante de rostinhos bonitos, com vozes afinadas e encaixados nos padrões do mercado. TV aberta, audiência e mercado. Essas são as razões.

Aliás, sabem quem é Saulo Roston? Fui saber quem era fazendo a pesquisa para escrever esse post. Vejam abaixo o clipe do seu “grande sucesso” Nova Paixão:

Comentários em: "3ª Temporada de Ídolos estreia hoje na Record" (1)

  1. Sou MUITO fã do programa desde a primeira edição, em 2006. A Record anunciou novidades que, na verdade, não são novas. No ano passado, Fernanda Abreu e Jon Secada ocuparam o júri e desde sempre a história de vida dos participantes é explorada. Isso é ótimo, mas não é novidade.

    Sobre o sucesso do vencedor, os três primeiros (dois do SBT e um da Record) não se deram bem graças ao péssimo investimento da Sony, que era a gravadora associada na época.
    Apesar de não ter estourado ainda, o Saulo tem o apoio a Warner e a Record investe muito mais. Suas músicas tocam no rádio, ele está sempre na TV e a divulgação está boa dentro dos limites da Record.

    O segundo colocado do ano passado lançou CD e DVD pela EMI, também está com música tocando direto nas rádios e seu primeiro grande show lotou o Teatro Rival. Na próxima semana, ele retorna ao Rio para duas apresentações, uma já com ingressos quase esgotados.

    Sou muito fã do programa mesmo e ainda acredito que seja uma ótima visibilidade para os artistas. Os outros participantes trabalharam com equipes erradas e não tiveram todo o apoio necessário da gravadora. Mesmo assim, Leandro Lopes do Ídolos 2006 hoje é líder do Rapazolla e faz vários shows. Thaeme se prepara para lançar seu segundo disco… Enfim, eles não são mega estrelas, mas têm talento inegável e conseguem muita coisa graças ao Ídolos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: