"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

Arquivo para 12/06/2010

A África nas telas do cinema: Diamante de Sangue

Aproveitando a Copa do Mundo, o Cactus Cultural apresenta uma série sobre filmes ambientados no continente africano

Por Romulo Rodhrigues


É tempo de Copa do Mundo, mas não qualquer Copa do Mundo, esta de 2010 é o primeiro grande evento esportivo realizado na África em toda história do continente, e esse evento não tem esse simbolismo apenas para a África do Sul, mas para todo o continente africano. E quando o assunto é África, todos já têm uma imagem na cabeça para associar ao continente, poder ser pobreza, fome, miséria, AIDS, natureza, animais selvagens, guerras e sangue. Inevitavelmente são essas as imagens passadas pelo continente africano para o mundo. Você verá, a partir de agora, uma seleção de filmes ambientados na África, que exploram os mais diversos temas, apesar da maioria focar nas questões históricas e sociais.

A riqueza que se origina da miséria


Para começar tem Diamante de Sangue (2007), de Edward Zwick e com Leonardo DiCaprio e Jennifer Connelly no elenco. O longa conta a história de Danny Archer (DiCaprio), um ex-mercenário do Zimbábue, e Solomon Vandy (Djimon Hounsou), um pescador da etnia Mende numa saga que gira em torno de um diamante raro. Jennifer Connelly vive a jornalista Maddy Bowen, que está em Serra Leoa para desvendar a verdade por trás dos diamantes de sangue. Tendo Serra Leoa como cenário, o filme traz o caos e a guerra civil que dominaram o país na década de 1990 como pano de fundo.

Veja o trailer do filme:

Visite o site oficial do filme: Diamante de Sangue

Anúncios

Trilhas Sonoras para o Dia dos Namorados

Um Top 5 especial com músicas para inspirar seu Dia dos Namorados

Por Romulo Rodhrigues

É dia dos namorados! Comércio aquecido, romantismo em alta e muitas histórias pra contar daqueles que viveram grandes momentos nesta época do ano. Sempre há algo que marca um grande momento vivido a dois, como por exemplo, uma música ou um filme. Aliás, certas canções acabam se tornando trilha sonora de alguma paixão e jamais são esquecidas. O Cactus Cultural fez uma seleção de algumas músicas que certamente marcaram época para muitas pessoas e acabaram se tornando grandes trilhas sonoras românticas. Confira nosso Top 5:

5. Don’t Look Back In Anger Oasis

O Oasis é uma daquelas bandas que marcam uma geração. A banda dos irmãos Gallagher ganhou reconhecimento pelas letras de suas músicas, mas principalmente pelas lindas baladas que gravaram. Don’t Look Back In Anger é uma das mais clássicas e emocionantes da banda britânica.

4. Killing Me SoftlyFugees (Lauryn Hill)

Talvez haja poucos hits românticos, ou que têm o amor como tema, que não acabem se tornando cafonas. Definitivamente não é o caso de Killing Me Softly, em que a diva Lauryn Hill consegue facilmente emocionar, talvez até a uma pedra, cantando essa música. A versão que vocês ouvem aqui é da banda Fugees, mas a versão original é da cantora Roberta Flack, e você pode ouvir clicando aqui.

3. At LastEtta James

Mais uma diva e um clássico do soul que há anos emociona e conquista gerações. E ainda tem uma letra inspiradora: “at last, my love has come along… My lonely days are over” (Finalmente meu amor apareceu, meus dias de solidão acabaram). Que tal?

2. Love Is a Losing GameAmy Winehouse

O amor e os relacionamentos são tema recorrente nas canções de Amy Winehouse. Nesse caso, temos uma linda música cujo tema é desilusão. Faz parte do amor e todos já vivenciaram isso, não? Que a beleza de Love Is a Losing Game sirva de consolo.

1. OneU2

“O amor é um templo, o amor é uma lei suprema”, canta Bono Vox numa das mais belas músicas da história do rock. One é uma música completa e emblemática, que tem a intenção, sempre bem sucedida, de emocionar e arrebatar qualquer pessoa.

Que essas belas canções de amor inspirem seu Dia dos Namorados!

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: