"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

O novo álbum de Kanye West consegue provar a inteligência artística do excêntrico rapper

Egocentrismo, arrependimento, impulsividade, espetáculo e nudez. Tudo isso esteve presente na vida do artista nos últimos meses. Sempre com declarações  e atitudes polêmicas, o rapper às vezes faz com que sua própria música fique em segundo plano. Kanye há um tempo é dono das músicas e batidas mais criativas do hip hop atual, com as misturas do ritmo e a música eletrônica e o pop.

Até que em My Beautiful Dark Twisted Fantasy ele se supera. Criando uma Ópera Hip Hop, West fala de relacionamentos, fantasias e temas comuns a muitas letras de hip hop atualmente, mas com um quê de surrealismo e muita criatividade, as letras e rimas desse álbum são incrivelmente legais e contagiantes. Kanye exercita sua criatividade à exaustão. O ritmo e a sonoridade das músicas surpreendem a cada faixa. Impossível ignorar os refrões poderosos de All Of The Lights e Runaway. Não há como não se arrepiar no thriller que é a música Monster. E o que dizer de Hell Of A Life e o sample de Iron Man do Black Sabbath? A sutileza de Devil In A New Dress é encantadora e a força de Power soa como uma evocação de cânticos de poder africanos.

Podemos sim afirmar que Kanye West é um gênio louco. Este álbum é a prova. Não sabemos se será assimilado por todos, talvez somente a faixa All Of The Lights tenha força para o mercado pop. Mas certamente é a sua melhor obra e uma das melhores do hip hop, obrigatória para os amantes do gênero.

Kanye deixou vazar na internet uma foto sua em que mostrava suas partes íntimas.

Ouça Monster!

Ela achou fotos no meu e-mail,

Eu mandei pra essa garota uma foto do meu, hey! – diz West em Runaway.

E além de tudo o cara é divertido e inconsequente! Um prato cheio para a mídia, lobo mau de princesinhas pop. Provavelmente num delírio insano Kanye deu à luz My Beautiful Dark Twisted Fantasy, como a terrível dor de cabeça de Zeus no nascimento da deusa Atena. Runaway é a melhor música do álbum, seguida de perto pela poderosa Monster.

Se não for o melhor, um dos melhores álbuns de 2010. Descobrimos ainda alguns dos samples utilizados por Kanye neste álbum:

The Power do Snap! aparece na versão remix de Power:

 

In High Places do Mike Oldfield foi sampleada em Dark Fantasy:

 

Will You Still Love Tomorrow teve sample extraído para Devil In A New Dress:


E ainda há muitos outros. Essa excelente obra de Kanye West é o trabalho artístico mais completo do ano, Kanye é hoje o grande showman do mainstream e que o egocêntrico artista continue nos proporcionando álbuns como esse.

Kanye West concorre em 4 categorias do Cactus Choice Awards: Melhor música de 2010 (Runaway), Artista do ano, Retorno Triunfal de 2010 e Melhor Clipe (Runaway). Vote e ainda concorra a prêmios na nossa promoção!

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: