"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

Posts marcados ‘Cee-lo’

Amy Winehouse em um possível dueto com Cee-Lo Green!

Notícias animadoras de Amy Winehouse dão conta de que ela pode ter finalizado seu novo álbum


O site da revista NME, citando o Daily Star, diz que Amy Winehouse pode ter gravado um dueto com Cee-Lo Green para o novo álbum da cantora. Isso teria acontecido em Santa Lúcia, ilha onde Amy tem uma casa e que também serviu de estadia para a parceria de Cee-Lo e o produtor Salaam Remi, que resultou no álbum The Lady Killer.

O tabloide britânico cita uma fonte anônima para confirmar as informações. Será que veremos realmente um dueto entre a grande diva do soul atual e um dos mais talentosos nomes do R&B contemporâneo?

Que tal ter uma ideia de como seria Amy Winehouse e Cee-Lo Green juntos? Confira uma mashup do hino Fuck You com a música mais influente da década, Rehab:

Fonte: NME

Cee-lo Green cria atmosfera de musical thriller da Broadway com seu novo álbum

The Lady Killer é um empolgante disco com elementos retrô e o poder do soul pop contemporâneo


Cee-lo Green já tinha sua carreira solo antes do enorme sucesso alcançado com o Gnarls Barkley em 2006, com o lançamento do álbum St. Elsewhere, que trazia o hit Crazy. Agora ele volta a caminhar sozinho pelo mundo da música e lança The Lady Killer, um álbum inteiramente conceitual e bem elaborado.

The Lady Killer narra a história de um assassino passional e obsessivo, que vive uma desilusão amorosa e vai em busca de vingança. O clima thriller é encontrado em músicas como Bodies, um soul intenso que me traz à mente logo de imediato um filme de Hitchcock com toques de Almodóvar. Trata-se de um álbum extremamente passional, carregado de suspense e emoção, que depois de ser ouvido por completo, muitos assim como eu, imaginariam um roteiro para um musical da Broadway ou até mesmo um suspense de cinema.

Cee-lo Green – Fuck You

O ponto alto do álbum é inegavelmente o hino em potencial Fuck You, que só não teve mais sucesso mundo afora porque, para tocar nas rádios teve de alterar seu refrão poderoso, ao trocar a expressão Fuck You por Forget You. Mesmo assim, a música se tornou um viral na internet e um grande sucesso. A balada retrô Old Fashioned é deliciosamente arrebatadora, a já citada Bodies traz uma dose de suspense e intensidade contagiante. Destaque também para Bright Lights Bigger City e It’s Ok.

Ouça Old Fashioned:

Apenas as músicas Satisfied, Cry Baby (balada arrastada e perdida dentro do CD) e Please (dueto morno entre Cee-lo e Selah Sue) não funcionam tão bem no conjunto do álbum. Mas não se pode esquecer da intro, falada, dando o tom exato do que está por vir. Ao final, Cee-lo diz: “When it comes to ladies… I have a license… To kill!”

Um ótimo disco, que consegue alinhar pop e sofisticação, paixão e inteligência, além de reunir música pop com soul e blues.

 

O Cactus Cultural vai sortear o CD The Lady Killer!

Você quer ganhar o álbum? Basta votar no Cactus Choice Awards e deixar seu comentário, seja em uma das enquetes, ou no próprio post. Feito isso, você estará concorrendo a esse grande disco!

 

 

Vote e comente >>

 

 

 

 

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: