"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

Posts marcados ‘Darren Aronofsky’

Crítica: Cisne Negro – Um Filme que se Traduz em Metáforas

Natalie Portman em seu mais versátil e desafiador personagem


Este slideshow necessita de JavaScript.


Mais uma vez o diretor Darren Aronofsky constrói uma narrativa desenhada em torno de um personagem (ele fez o mesmo em O Lutador). Mas dessa vez ele o faz com mais profundidade e criatividade. Cisne Negro é um jogo de tensão latente, em que o espectador está envolvido em cada cena e sequência. Nina, o Cisne Branco, é uma mulher reprimida, perfeccionista, virginal, doce e introspectiva. O balé é o sonho de sua mãe e responsável pela fragilidade psicológica da protagonista.

O personagem de Vincent CasselThomas Leroy, sabe que Nina é perfeita para ser a Queen Swan do Lago dos Cisnes, mas vê que precisa trabalhar duro para fazer com que o Cisne Negro aflore na tímida e reprimida Nina. E é esse processo, desencadeado pelo personagem de Vincent e pela sua antagonista, a Lily de Mila Kunis, que é a essência da história. Luz e escuridão, razão e instinto, o bem e o mal… Todos esses conflitos primitivos estão em Cisne Negro.

O filme é repleto de tensão, beleza e força. A câmera trêmula é usada para gerar desconforto, incômodo e tensão. Natalie Portman cresce a cada minuto de filme. É uma atuação que evolui ao longo da narrativa até o seu auge, uma interpretação cheia de paixão, intensidade e entrega. Toda a força e o segredo de Natalie está em seu olhar, tímido e retraído e depois forte e sedutor. A cena em que Nina se transforma no Cisne Negro é magistral. Um drama com elementos de thriller consegue prender a atenção do público, mas carece de um roteiro mais elaborado (a única ressalva em relação ao filme).

Assista ao trailer de Cisne Negro:

Os Indicados ao Globo de Ouro 2011!

Como vocês já devem saber, foram anunciados os indicados ao 68º Globo de Ouro

A segunda premiação mais importante do cinema revelou os indicados e você confere aqui os nomeados e as nossas apostas:

Veja as marcações: provável vencedor | tem chances | possível surpresa

A disputa de melhor filme é a mais acirrada e indefinida de todas. Mesmo com The King’s Speech tido como favorito, A Rede Social e O Vencedor vêm crescendo em marketing e publicidade e A Origem é o filme mais aclamado do ano. A grande surpresa seria a vitória de Cisne Negro nesta categoria.

As outras categorias:

 

Melhor Atriz (em drama):

Halle Berry – Frankie and Alice

Nicole Kidman – Rabbit Hole

Jennifer Lawrence – Inverno da Alma

Natalie Portman – Cisne Negro

Michelle Williams – Blue Valentine

As conclusões foram tiradas da crítica internacional e de como os filmes vêm sendo recebidos mundialmente. O prêmio para Natalie Portman é praticamente certo. Mas pensando “e se não acontecer?”, Nicole Kidman e Jennifer Laurence, tida como uma boa surpresa, podem levar.

 

Melhor Ator (drama):

Jesse Eisenberg – A Rede Social

Colin Firth – O Discurso do Rei

James Franco – 127 Hours

Ryan Gosling – Blue Valentine

Mark Wahlberg – O Vencedor

A categoria de melhor ator está bem mais difícil, com Colin Firth saindo como super favorito. Mas Mark Wahlberg só tem crescido ultimamente por sua atuação em o Vencedor e tembém pode levar. A atuação de Jesse Eisenberg em A Rede Social é bastante elogiada e o garoto também tem chances. Correndo bem por fora nessa disputa tem James Franco, um dos apresentadores do Oscar 2011.

Melhor Comédia ou Musical:

Alice no País das Maravilhas

Burlesque

Minhas Mães e Meu Pai

Red

O Turista

Minhas Mães e Meu Pai tem tudo para vencer fácil nessa categoria. As chances de Red, uma boa comédia, e Alice são pequenas.

Melhor Atriz (comédia ou musical):

Annette Bening – Minhas Mães e Meu Pai

Anne Hathaway – O Amor e Outras Drogas

Angelina Jolie – O Turista

Julianne Moore – Minhas Mães e Meu Pai

Emma Stone – A Mentira

Outra aposta fácil! Annette Bening não cansa de receber elogios por sua atuação no filme e deve levar o prêmio. Se pintar alguma surpresa, tem sua companheira de filme, Julianne Moore, bem cotada. Emma Stone corre por fora.

Melhor Ator (comédia ou musical)

Johnny Depp – Alice no País das Maravilhas

Johnny Depp – O Turista

Paul Giamatti – Barney’s Version

Jake Gyllenhaal – O Amor e Outras Drogas

Kevin Spacey – Casino Jack

A mais incógnita das categorias, mas pela recepção de Barney’s Version lá fora, podemos imaginar que Paul Giamatti é o nome mais em alta nessa categoria. E tem a surpresa da indicação dupla de Johnny Depp, que não deve vencer.

Melhor Atriz Coadjuvante

Amy Adams – O Vencedor

Helena Bonham Carter – O Discurso do Rei

Mila Kunis – Cisne Negro

Melissa Leo – O Vencedor

Jacki Weaver – Animal Kingdom

Helena Bonham Carter e Amy Adams são nomes de peso e desempenharam bons trabalhos, de acordo com a crítica internacional.  Helena tem um pequena vantagem. Só que Mila Kunis vem crescendo diante dos olhos da crítica e sua atuação em Cisne Negro chama cada vez mais atenção.

Melhor Ator Coadjuvante

Christian Bale – O Vencedor

Michael Douglas – Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme

Andrew Garfield – A Rede Social

Jeremy Renner – Atração Perigosa

Apesar dos grandes nomes dessa categoria, creio que Christian Bale deve ganhar. É o favorito. Andrew Garfield e Goeffrey Rush vêm logo atrás.

Geoffrey Rush – O Discurso do Rei

Melhor Animação:

Meu Malvado Favorito

Como Treinar Seu Dragão

O Ilusionista

Enrolados

Toy Story 3

Há bons competidores, mas a vitória de Toy Story 3 é praticamente certa.

Melhor Filme em Língua Estrangeira:

Biutiful (México, Espanha)

The Concert (França)

The Edge (Rússia)

I Am Love (Itália)

In A Better World (Dinamarca)

Alguns filmes ainda são desconhecidos, mas Biutiful já tem elogios da crítica e a presença de Javier Barden no elenco.

Melhor Diretor:

Darren Aronofsky – Cisne Negro

David Fincher – A Rede Social

Tom Hooper – O Discurso do Rei

Christopher Nolan – A Origem

David O. Russell – O Vencedor

A disputa deve ficar entre David Fincher e Christopher Nolan, com uma pequena vantagem para Fincher, mas o Globo de Ouro costuma ir na contramão do Oscar às vezes e não tem muitas restrições em relação aos blockbusters. Assim, vantagem para Nolan.

Melhor Roteiro:

Simon Beaufoy, Danny Boyle – 127 Hours

Christopher Nolan – A Origem

Stuart Blumberg, Lisa Cholodenko – Minhas Mães e Meu Pai

David Seidler – O Discurso do Rei

Aaron Sorkin – A Rede Social

A complexidade do roteiro de A Origem pode fazer toda a diferença. 127 Hours e a inteligente comédia Minhas Mães e Meu Pai também têm boas chances.

Melhor Trilha Sonora:

Alexandre Desplat – O Discurso do Rei

Danny Elfman – Alice no País das Maravilhas

A. R. Rahman – 127 Hours

Trent Reznor and Atticus Ross – A Rede Social

Hans Zimmer – A Origem

A trilha sonora de A Rede Social é belíssima, tem grandes chances. Hans Zimmer desenvolveu um ótimo trabalho em A Origem.

Melhor Canção Original:

“Bound To You” – Burlesque

“Coming Home” – Country Strong

“I See The Light” – Enrolados

“There’s A Place For Us” – As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada

“You Haven’t Seen The Last Of Me” – Burlesque


A canção interpretada por Cher em Burlesque realmente impressiona e tem a cara de premiações como o Globo de Ouro e Oscar. Deve levar o prêmio. I See The Lights, de Enrolados, tem boas chances e Bound To You, também de Burlesque, surge no páreo com algumas chances.

O Discurso do Rei foi o maior indicado, com 7 categorias no total, seguido de A Rede Social e O Vencedor, com 6. Indicados em 4 categorias seguem A Origem, Cisne Negro e Minhas Mães e Meu Pai.


Black Swan e a promessa de ser um dos maiores dramas do cinema

O filme Black Swan tem tudo para ser um dos grandes filmes dos últimos anos


Natalie Portman vive a bailarina Nina, da companhia de balé de Nova York. Ela tem sua vida inteiramente consumida pela dança. Mora com a mãe, Erica, bailarina aposentada que incentiva a ambição profissional da filha. O diretor artístico da companhia, Thomas Leroy, decide substituir a primeira bailarina, Beth MacIntyre, na apresentação de abertura da temporada, O Lago dos Cisnes, e Nina é sua primeira escolha. Mas surge uma concorrente: a nova bailarina, Lily, que deixa Leroy impressionado.

O Lago dos Cisnes requer uma bailarina capaz de interpretar tanto o Cisne Branco com inocência e graça, quanto o Cisne Negro, que representa malícia e sensualidade.

Nina se encaixa perfeitamente no papel do Cisne Branco, porém Lily é a própria personificação do Cisne Negro. As duas desenvolvem uma amizade conflituosa, repleta de rivalidade, e Nina começa a entrar em contato com seu lado mais sombrio

E é aí que começa um intenso, profundo e incrível drama. Os trailers já lançados impressionam. A atuação de Natalie Portman já gera muitas expectativas e agora chegou o clipe, com um aperitivo da trilha sonora do longa, que conta com os Chemical Brothers. Assista:

Videoclipe de Black Swan:

Comerciais:

Trailer Oficial:

Veja abaixo todos os belos pôsteres do filme:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: