"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

Posts marcados ‘Gnarls Barkley’

Cee-lo Green cria atmosfera de musical thriller da Broadway com seu novo álbum

The Lady Killer é um empolgante disco com elementos retrô e o poder do soul pop contemporâneo


Cee-lo Green já tinha sua carreira solo antes do enorme sucesso alcançado com o Gnarls Barkley em 2006, com o lançamento do álbum St. Elsewhere, que trazia o hit Crazy. Agora ele volta a caminhar sozinho pelo mundo da música e lança The Lady Killer, um álbum inteiramente conceitual e bem elaborado.

The Lady Killer narra a história de um assassino passional e obsessivo, que vive uma desilusão amorosa e vai em busca de vingança. O clima thriller é encontrado em músicas como Bodies, um soul intenso que me traz à mente logo de imediato um filme de Hitchcock com toques de Almodóvar. Trata-se de um álbum extremamente passional, carregado de suspense e emoção, que depois de ser ouvido por completo, muitos assim como eu, imaginariam um roteiro para um musical da Broadway ou até mesmo um suspense de cinema.

Cee-lo Green – Fuck You

O ponto alto do álbum é inegavelmente o hino em potencial Fuck You, que só não teve mais sucesso mundo afora porque, para tocar nas rádios teve de alterar seu refrão poderoso, ao trocar a expressão Fuck You por Forget You. Mesmo assim, a música se tornou um viral na internet e um grande sucesso. A balada retrô Old Fashioned é deliciosamente arrebatadora, a já citada Bodies traz uma dose de suspense e intensidade contagiante. Destaque também para Bright Lights Bigger City e It’s Ok.

Ouça Old Fashioned:

Apenas as músicas Satisfied, Cry Baby (balada arrastada e perdida dentro do CD) e Please (dueto morno entre Cee-lo e Selah Sue) não funcionam tão bem no conjunto do álbum. Mas não se pode esquecer da intro, falada, dando o tom exato do que está por vir. Ao final, Cee-lo diz: “When it comes to ladies… I have a license… To kill!”

Um ótimo disco, que consegue alinhar pop e sofisticação, paixão e inteligência, além de reunir música pop com soul e blues.

 

O Cactus Cultural vai sortear o CD The Lady Killer!

Você quer ganhar o álbum? Basta votar no Cactus Choice Awards e deixar seu comentário, seja em uma das enquetes, ou no próprio post. Feito isso, você estará concorrendo a esse grande disco!

 

 

Vote e comente >>

 

 

 

 

Cactus Choice Awards 2010! Escolha os Melhores da Música!

 

2010 foi o último ano de uma década efervescente na música mundial. Novas bandas britânicas, divas da música pop, o hip hop se consolida como gênero mais popular dos Estados Unidos, o R&B ganha força e a música eletrônica invade o mainstream. O indie rock ganha status de cool e a internet proporciona livre acesso aos mais diversos tipos de artistas. Num consenso geral entre a imprensa musical, as listas da década foram feitas em 2009, portanto 2010 abre a década 01 (?) e já traz reflexões sobre o que será dos próximos anos. Uma coisa parece já chamar a atenção: a imagem ganha cada vez mais força, e figuras como o controverso Kanye West e a exuberante Lady Gaga emergem no universo pop.

E ainda tem uma promoção especial! É só votar e deixar um comentário em uma das 5 enquetes para concorrer!

É preciso votar em pelo menos uma categoria para participar. Depois de votar, deixe um comentário com nome, estado e cidade e e-mail, além de qual dos 3 prêmios você quer concorrer. O comentário deve estar na própria enquete, depois de votar, você verá os resultados e a opção “Comments”, clique nela e deixe o comentário.

Modelo:

“José de Souza, São Paulo, SP. josedesousa@email.com. Quincy Jones.”

Pode ser da forma como acharem melhor, mas tem que ter esses dados.

Você pode participar mais de uma vez, mas para isso precisa votar em uma categoria diferente. Assim, são 5 chances de ganhar. Você também pode comentar no próprio post.

Serão três prêmios e três ganhadores. E quem escolhe o que quer ganhar é você!

ou

ou

A votação vai até o dia 19/12 e o resultado sai no no mesmo dia. Os prêmios serão enviados no dia 20/12. Se você não gosta de nenhum desses prêmios, lembre-se que você pode presentear alguém!

 

E no Cactus Choice Awards você decide quem é o melhor. Selecionamos os 5 melhores representantes em 5 diferentes categorias e a palavra final é sua!

Melhor Música de 2010:


No ponto alto de Bionic, em parceria com a M.I.A, Christina Aguilera cria uma música conceitual, recheada de metáforas e com uma sonoridade repleta de texturas e batidas incomuns, e o resultado é a excelente Elastic Love. Já Kanye West lança Runaway e proporciona uma onda sonora arrebatadora, hipnótica com uma mistura de orgânico e eletrônico empolgante. A beleza e o sublime de uma canção estão em The Suburbs do Arcade Fire, encantadora e beira à perfeição. Drunk Girls traz uma forte e dançante batida eletrônica nessa divertida e, antes de tudo, incrível união de sons. Por fim, temos aquele que pode ser considerado o hino marginal de 2010: Fuck You do Cee-lo Green. Com um refrão forte e mal-educado, a música não teve muito espaço nas rádios, mas apostou na onda retrô, no humor e na criatividade e é uma das grandes músicas do ano!

Não conhece alguma delas ou quer ouvir de novo? É só clicar no nosso player:

Caso alguma das 5 faixas não execute, ouça direto em nossa página no SoundCloud.com!

Melhor Banda/artista do Ano:


Lady Gaga começa o ano dominando a música pop com Bad Romance e se torna um dos maiores fenômenos de mídia dos últimos anos. Logo no início surge a banda britânica Florence + The Machine, com um CD relançado cheio de fôlego e vigor. Eminem e Katy Perry chegam para dominar as paradas de sucesso e as vendas pelo mundo. Ela lança um hit atrás do outro e ele faz estragos nas vendas e lança o super hit Love The Way You Lie. Por fim, Kanye West chega para movimentar o fim do ano, com um CD impecável, um belo “clipe” de 35 minutos e muitas polêmicas.

Retorno Triunfal de 2010:


Alguns artistas andavam sumidos, até darem as caras em 2010 para dizer que estão mais vivos do que nunca. Primeiro foi Kylie Minogue, que aos 42 anos e depois de passar por um câncer, volta com um ótimo álbum pop. A banda brasileira Pato Fu voltou, mas voltou experimentando e lançaram o excelente Música de Brinquedo, encantando público e crítica. A banda britânica Klaxons teve a responsabilidade de superar seu aclamado primeiro disco, mas não conseguiram. O que não quer dizer nada ruim, já que Surfing The Void é um ótimo álbum, e a banda flutuou no space pop. O Arcade Fire lançou o álbum mais aclamado do ano e depois de 3 anos, trouxeram o melhor trabalho da carreira. E Kanye West? Bom depois de tudo o que ele passou, seu recente passado conturbado, Kanye prova que tem algo de louco, e também de gênio com seu disco.

Melhor Novidade de 2010:


O soul francês de Ben L’Oncle Soul é contagiante. Janelle Monáe era o que andava faltando no R&B: originalidade. Nicki Minaj enche de cores e estilo o hip hop. The Drums deixam de ser aposta para ser uma realidade. E a Unidade Imaginária do Brasil ganha espaço e potencial para esquentar a música pop jovem brasileira.

Melhor Clipe de 2010:


Dog Days Are Over foi relançado e, que ótimo, pois a versão 2 do vídeo é carregada de beleza e criatividade. Lady Gaga não vê limites para sua criatividade e mergulha na pop art e nas referências em Telephone. No Brasil quem manda na área de clipes ainda é o Skank e o Noites de Um Verão Qualquer é um desses grandes vídeos. E o que dizer de Ok Go que lançaram 4 clipes geniais esse ano? O selecionado foi End Love. Para fechar Kanye West lança seu clipe de 35 minutos para Runaway, com 9 músicas, um roteiro surreal e imagens fantásticas.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: