"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

Posts marcados ‘Hold It Against Me’

Crítica: Femme Fatale – Britney Spears

Mesmo sem grandes highlights, Britney consegue lançar um dos melhores trabalhos de sua carreira


Demonstrando evolução, inteligência e assimilação do novo mercado, a diva pop chega ao seu sétimo álbum lançado (data oficial: 29/3). E Femme Fatale é um disco oportunista e contemporâneo, pois consegue captar a demanda do mercado pop atual, que todos conhecemos pelo nome de Electropop, variante da Pop Music que já conhecemos desde o início da década, mas que chegou ao seu auge nos dois últimos anos. Nomes como Ke$ha, Lady Gaga, David Guetta e Black Eyed Peas são exemplos de como o Electropop dominou a música nesses últimos anos. Rihanna foi a mais recente popstar a perceber o novo cenário e reformulou sua música para se adequar. Funcionou.

E eis que Britney Spears volta com um disco forte, de batidas incrivelmente envolventes, refrões poderosos, muitos sintetizadores, auto-tune e outros elementos eletrônicos. Os dois primeiros singles demonstram a força do álbum: Hold It Against Me e Till The World Ends, trazem refrões pegajosos e um ritmo envolvente. Um acerto para os amantes da Pop Music. E mesmo abusando do Eletrocpop, que na verdade é uma prática musical extremamente pobre, Britney faz uma boa mistura de batidas e ritmos. Dá pra encontrar de tudo em Femme Fatale: músicas cheias de overdubs, uptempo, batidas de todo tipo e textura, refrões grudentos… Um caldeirão pop.

Big Fat Bass – Britney Spears feat. Will.i.am

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Logo após o início sufocante com Hold It Against Me e Till The World Ends, Femme Fatale pisa no freio com Inside Out. As faixas I Wanna Go e How I Roll destoam e não funcionam, são as mais fracas do álbum, seguida de Criminal. Depois, uma boa sequência com (Drop Dead) Beautiful, Seal With A Kiss e a excêntrica e poderosa Big Fat Bass, com Will.i.am. Trip To Your Heart é a melhor faixa do disco, um oásis depois de tantas batidas sufocantes. Fechando tem a faixa Gasoline, com pinta de terceiro single e Criminal.

Trip To Your Heart – Britney Spears

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Femme Fatale é um álbum de acordo com o mercado, muito bem produzido e apesar de parecer inovador em seus ritmos, mostra-se apenas inteligente e atento à demanda do mundo pop. Tem ótimos músicas, como já citamos, mas após algumas audições já se mostra cansativo. Em todo caso é um acerto musical de Britney Spears, um álbum homogêneo, explosivo, de pista de dança e paradas de sucesso. Resta saber até quando a moda do eletropop continuará reinando.

Anúncios

Por que Britney Spears cometeu o mesmo erro que Christina Aguilera?

Com o lançamento de ‘Hold It Against Me’, Britney sente o que Aguilera viveu quando lançou ‘Not Myself Tonight’ em 2010


Muitos fãs não suportam as (inevitáveis) comparações que a imprensa faz entre as cantoras, mas depois do lançamento de Hold It Against Me, o clipe, nós do Cactus Buzz lembramos inevitavelmente de Not Myself Tonight. Não. Não estamos dizendo que se trata de uma cópia. Os clipes são completamente diferentes. Mas a ideia é a mesma: fazer um clipe cheio de referências, uma representação do mundo da música pop, coreografia, sensualidade. Porém as duas erraram. Mesmo que os fãs mais fervorosos das duas divas não admitam, em ambos os clipes há um conceito mal trabalhado e uma ideia superficial e excessos, muitos excessos.

Para quem ainda não viu, o site da MTV americana fez uma matéria com as 10 principais referências encontradas no novo clipe da Britney: As referências à Cultura Pop em ‘Hold It Against Me’ da Britney Spears.

Quando Not Myself Tonight, da Christina Aguilera, foi lançado, a MTV fez a mesma análise do vídeo, buscando as referências contidas no clipe: Clipe ‘Not Myself Tonight’ de Christina Aguilera e as Colagens da Cultura Pop.

É bem verdade que a MTV adora buscar essas referências em clipes dos grandes nomes do pop atual, como fez também com Lady Gaga em Alejandro e Kanye West em Runaway. A música pop é feita de referências e isso é natural. Mas é preciso ter cuidado ao usá-las e tanto Aguilera quanto Britney erraram.

Em Not Myself Tonight Christina Aguilera presta homenagem às divas e ícones da música pop, deixa a sua personalidade de lado e assume a de outras pessoas. Erros: esteticamente o vídeo não é bonito, algumas referências são absolutamente desnecessárias, como às feitas a Lady Gaga e Gwen Stefani. As duas são muito atuais e contemporâneas para serem tão referenciadas. E mais: são muitas ideias dentro de um conceito, imagens agressivas, muitos cortes e pouca coerência e harmonia de significado.

E não é que Britney faz exatamente a mesma coisa em HIAM? Apesar da maioria das críticas serem negativas, Britney não chegou a ser tão criticada quanto Aguilera. Erros: o excesso de elementos, luz e cores, ideias que se perdem no conceito, muitas propagandas e no final de tudo, quase uma ausência de significado.

Infelizmente esse é o efeito pós Bad Romance da Lady Gaga no mundo pop. Ela virou referência para artistas que devem ser suas próprias referências ou, ao menos, buscar referências mais consistentes em suas raízes musicais. E isso não é nenhuma acusação de plágio, cópia ou coisas do tipo. Nada contra Lady Gaga, mas um artista não pode tomar uma outra figura contemporânea como referência direta.

Esperamos que Britney Spears e Christina Aguilera, que já foram referências quando o assunto era música pop, encontrem suas verdadeiras identidades.

ESTREIA: Britney Spears – Hold It Against Me

Britney Spears finalmente estreou o seu mais novo clipe


O que achamos: parece que Britney se perde no meio de tanta informação. É muito brilho, luz, cor… Hold It Against Me é forte e intenso. Tem referências futurísticas, coreografia, caras e bocas, mas deixa muito a desejar. Podemos dizer que o clipe é a representação da música pop: excessos, desconstrução de imagens, rivalidade e como não pode deixar de ser, lá estão as referências a outras produções do gênero. Mariah Carey em Heartbreaker e Madonna em Die Another Day são inspirações claras na cena da briga entre as Britneys. Aliás, essa é a grande cena do vídeo. Mas de resto, Britney falha em todos os sentidos, transmitindo pouca informação concreta num recorte de imagens fragmentadas. Mas não diria que faltou exatamente originalidade à Britney, o que faltou foi uma boa direção e um pouco mais de bom gosto.

Você também pode assistir ao clipe em:

Assista em nosso Tumblr: http://bit.ly/h7HS7y

Perez Hilton: http://bit.ly/e0VUUT

Britney Spears x Lady Gaga: o mundo da música pop vai tremer!

O duelo entre dois dos maiores nomes da música pop atual já pode ter data para acontecer

Marque na sua agenda:  13 de fevereiro de 2011. Dia do Grammy Awards, premiação em que Lady Gaga fará a premiére do primeiro single do álbum Born This Way. Com toda a expectativa que vem sendo gerada em torno desse lançamento, só por isso já poderia ser uma data histórica. Mas a MTV americana teria deixado vazar, acidentalmente, a data de estreia do clipe de Hold It Against Me, o primeiro single do próximo álbum de Britney Spears, e que já faz estragos nas paradas de sucesso e mostra todo o poder de Britney no mundo pop. Essa data pode ser 13 de fevereiro de 2011.

Se esta data vier a se confirmar, será evidente que ela foi escolhida de propósito. Mas haverá espaço para duas divas? Qual será o comentário do dia? #HoldItAgainstMe ou #BornThis Way?

Nos resta saber o que virá nesse possível primeiro capítulo dessa disputa que promete.

Britney Spears – Hold It Against Me

Lady Gaga – Scheiße Remix

 

 

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: