"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

Posts marcados ‘Lady Gaga’

Crítica: Lady Gaga – Born This Way

Born This Way já é recorde de vendas, certamente o disco mais aguardado do ano, tanto pelos fãs quanto pelos desconfiados em relação à Lady Gaga. Será que o segundo disco de um dos maiores fenômenos da música pop seria a confirmação de Lady Gaga nesse posto?

Neste álbum, Gaga apresenta uma versatilidade musical fortemente preenchida por seu senso comercial. Ela sabe o que vende, ou melhor, o que está vendendo. A música Born This Way, lançada em fevereiro chegou a 6 semanas consecutivas em primeiro lugar na Billboard. Já Judas e The Edge Of Glory não conseguiram o mesmo êxito. Mais que um fenômeno de charts, Lady Gaga é um fenômeno da cultura pop. Sua influência vai muito além dos Estados Unidos.

Em Born This Way, Lady Gaga segue trazendo suas influências musicais já conhecidas, como Elton John, Madonna e Queen, mas dessa vez o que domina o álbum é sua influência oriunda do rock. É claramente inspirado por bandas como Kiss, Bon Jovi e A-Ha. Os anos 80 e 90 ainda são as grandes inspirações para a diva, que lança um dos álbuns mais ambiciosos dos últimos anos. Gaga em BTW é uma verdadeira máquina de fazer hits, ela não chega a surpreender no som que ela entrega, mas os méritos do seu trabalho são inegáveis. Religião, liberdade e festas são os temas dominantes das faixas deste álbum.

São ao menos 7 hinos em potencial, poderosos hits de pista de dança e refrões inteligentes. Scheiße e Government Hooker dois dos principais destaques do álbum. Em meio a tantas batidas familiares e refrões contagiantes, Gaga também traz trabalhos com marca autoral e originalidade. É o caso de Judas, a música mais singular e forte de Born This Way.

Government Hooker

O que tem de mais interessante no novo da Lady Gaga é a notável ambição da cantora. O recado é claro: ela quer ser a maior do mundo. E para isso lança um álbum com vários hits em potencial, cria uma estrutura gigantesca de divulgação, não mede esforços, se empenha nas redes sociais…

De fato, este é o mais forte e bem feito álbum pop dos últimos anos. Arrisco dizer que nesta década nenhum álbum pop é equivalente a este. Ou melhor, Born This Way está levemente acima de Stripped (Christina Aguilera) e Futuresex/Lovesounds (Justin Timberlake), mas não chega ao nível de Speakerboxxx/The Love Below (Outkast). Mas está aí, na prateleira dos mais importantes, além de ser melhor que o disco anterior da própria Gaga.

A essência da música pop preenche as faixas de Born This Way. Uma inteligente mistura de elementos, boa dosagem de voz e recursos eletrônicos, refrões bem construídos e letras inteligentes.

Esse é o disco da confirmação e, nele, Lady Gaga marca seu território na música pop.

Ouça ‘The Edge of Glory’, a nova música da Lady Gaga!

Single estreou hoje! Confira:

Lady Gaga – The Edge Of Glory

O impressionante reinado do fenômeno Adele

“Eu não faço música para os olhos. Eu faço música para os ouvidos”

Essa é uma das declarações dadas por Adele à revista Rolling Stone de abril deste ano. Numa clara referência à nomes como Katy Perry e Lady Gaga, Adele faz questão de se diferenciar. A cantora britânica é, sem dúvidas, o grande nome da música em 2011 até agora. Alcançando marcas impressionantes e quebrando recordes, Adele superou as voltas de Britney Spears e do Foo Fighters, o segundo álbum de Lady Gaga e debut de Jessie J no Reino Unido.

Adele – Someone Like You

Tanto na América quanto no Reino Unido, o 21 de Adele segue soberano. Em terras britânicas, onde a cantora está em casa, o feito foi quebrar o recorde de ninguém menos que Madonna: 10 semanas em primeiro lugar. Atualmente já são 14 semanas consecutivas no topo. Além disso, o álbum 19, o primeiro da carreira da cantora aparece em 2º nos charts e vem frequentando as paradas há um certo tempo. Na Billboard, Adele chegou a perder o primeiro lugar para Britney Spears e Foo Fighters, mas acabou recuperando o topo na semana seguinte. São 6 semanas não-consecutivas dominando as paradas americanas. Na semana de 12/5, Adele conseguiu finalmente chegar ao primeiro lugar do Hot 100 da Billboard, chegando ao posto mais alto das paradas americanos tanto em singles quanto em álbuns.

Além disso, os singles têm feito bastante sucesso. Rolling In The Deep continua entre as 10 melhores da Billboard. Outro grande número alcançado pela britânica é ter conseguido ser a primeira e única artista a superar 1 milhão de cópias vendidas de um álbum até agora em 2011.

Rolling In The Deep gerou vários mashups e virais pela internet. Um deles é esse com o hit Till The World Ends, da Britney Spears:

Mas um dos melhores é esse, com Ready For The Floor, do Hot Chip: Rolling On The Floor.

Quem esperava que 2011 fosse o ano de Lady Gaga ou Britney Spears, se enganou. Pelo menos até Born This Way ser lançado, Adele deve continuar reinando.

Lady Gaga: “Eu não sou plagiadora, sou inteligente pra c@*@$#%”

Alguns trechos da entrevista dada por Lady Gaga à revista NME estão sendo divulgados na internet


Veja a seguir alguns trechos da entrevista. Primeiro ela reage às críticas e acusações de plágio pela música Born This Way (Express Yourself e essa coisa toda):

“Não. Escuta. Que porra é essa…? Eu sou uma compositora. Já escrevi inúmeras músicas. Por que eu lançaria uma música e acharia que estou me dando bem em cima de todo mundo? Isso é absurdo. Que pergunta mais ridícula para se fazer. Eu vou olhar dentro dos seus olhos e dizer que eu não sou burra ou imbecil o suficiente para ver que eu teria roubado uma melodia. Se você colocar as músicas uma ao lado da outra, as únicas semelhanças estão na progressão de acordes. É a mesma que tem estado na disco music desde os últimos 50 anos. Só porque eu sou a única artista a colocar isso no Top 40 (parada de rádio da Billboard) em 25 anos, não significa que eu seja uma plagiadora, significa que eu sou inteligente pra caralho. Sinto muito.”

O entrevistador diz: “Parece que as críticas esfriaram um pouco as vendas das músicas…”

Há muita gente que quer me ver fracassar. Assim que eles veem algo para atirar, eles atiram e quanto maior eu me tornar, eu me transformo num alvo ainda maior. Ninguém nessa sala, em nenhum momento, olhou em volta e disse ‘Meu Deus! É ‘Express Yourself’!’ Nenhuma vez. Escuta. Eu juro pra você. Eu só posso ser sincera com você sobre isso.

O que as pessoas vão achar de Judas?

Não sei… Acho que vão amar. Eu só não quero que meus fãs… Eu não sei. É cansativo. Eu só não quero perpetuar essa merda. Eu sei que você quer abordar isso, mas é tão ridículo. Eu tava chocada pra caralho com isso. E tão engraçado ouvir você dizer ‘Deve ter sido uma homenagem’. Tipo, NÃO! Quando eu fizer uma homenagem, eu vou fazer com um grande sinal dizendo que eu fiz. Por que eu faria isso agora? Preciso de um drink agora. Eu só… Eu só tenho que dizer… (começa a chorar) Eu senti que sinceramente foi Deus que me enviou aquela letra e aquela melodia. Quando você sente que tem uma mensagem para dar ao mundo e as pessoas estão atirando flechas através disso… Não há como algo tão puro estar errado. (Pega um isqueiro da Marilyn Monroe) Eu preciso de um cigarro.

Você pode conferir esse trecho dessa entrevista aqui: http://i.imgur.com/ifARY.jpg

Mais sobre Judas: a diretora criativa de Lady Gaga, Laurieann Gibson defende a música da crítica dos religiosos:

“Não tocamos em coisas que não temos o direito de tocar, mas a inspiração, a alma e a ideia estão em estar longe da sua opressão, da sua obscuridade, do seu Judas, você pode entrar na  maravilhosa luz. Então é sobre a inspiração e nunca desistir. Criamos uma nova Jerusalém (sobre o clipe de Judas).

[Fonte: Superficial]

Depois de 30 semanas, ‘Fuck You’ do Cee-Lo Green alcança o Nº 1 da Billboard!

A música foi lançada há quase 6 meses e só agora conseguiu alcançar o topo da Billboard

A atualização semanal dos charts da Billboard sai somente nesta quinta, 8 de abril, mas já se sabe que uma grande surpresa vai aparecer. Fuck You do Cee-Lo Green alcança pela primeira vez o primeiro lugar do Mainstream Top 40, a parada de rádio, após a sua estreia na parada em 25 de setembro de 2011.

Já no Hot 100, Katy Perry mantém seu reinado desbancando novamente Lady Gaga, com Cee-Lo Green na 4ª posição. São 18 semanas nas paradas e a mais longa e demorada jornada de uma música a atingir o número 1 da Billboard. A verdade é que Fuck You foi um verdadeiro fenômeno em 2010, se tornou viral e meme na internet. Mas não chegou a fazer muito sucesso nas paradas mainstream. Ao longo desses meses, alguns fatores contribuíram para a popularização da música:

Forget You, a versão clean de Fuck You, foi parar no série Glee, interpretada por Gwyneth Paltrow.

Cee-Lo Green recebeu 4 indicações ao Grammy e se apresentou na premiação que teve grande audiência.

A cada semana, o hit de Cee-Lo Green foi crescendo nas paradas.

Já no Reino Unido, Fuck You foi sucesso instantâneo e se tornou bastante popular por lá.

Então, vamos ouvir Fuck You mais uma vez?

[Fonte: Billboard]

Estrelas da música e do cinema sob as lentes do polêmico e exuberante David LaChapelle

lachapelle-5049

David LaChapelle

David LaChapelle é um dos fotógrafos mais aclamados no mundo pop. Conhecido pela grande extravagância, LaChapelle sempre procura extrair de seus fotografados o apelo sexual. Além disso cria cenários excêntricos, multicoloridos e abusa de referências. Ele já trabalhou para revistas como Interview (no início da carreira), Photo, GQ, Vogue, Vanity Fair e Rolling Stone. O novaiorquino tem um grande número de celebridades em seu currículo. David já conseguiu extrair as mais evidentes facetas de seus modelos e você pode conferir tudo na galeria especial que montamos abaixo com astros da música e do cinema:

Michael Jackson

Madonna

Lady Gaga

Kanye West

Britney Spears

Christina Aguilera

Eminem

(mais…)

Quem são os Músicos favoritos (e inusitados) dos seus Ídolos?

Quem é fã, já deve saber. Mas quem não é vai se surpreender com o gosto musical de músicos famosos. Descubra porque os músicos preferidos dos seus artistas favoritos às vezes não são tão óbvios quanto pensamos:

Alex Turner ~ Beyoncé

O vocalista do Arctic Monkeys declarou que gostava de Beyoncé quando a diva americana bateu os ingleses nas paradas do Reino Unido na ocasião do lançamento de Brianstorm, primeiro single de Favorite Worst Nightmare:

“How does a tune like ‘Brianstorm’ challenge Beyoncé? For us to even get near that world with such a strange tune is a good thing. Beyoncé can have the number one. I’ve always been a fan of hers. I love her.”

Como que uma música como Brianstorm poderia competir com Beyoncé? Para nós, ao menos chegar perto desse mundo com uma canção tão estranha é uma coisa boa. Beyoncé pode ficar com o nº 1. Sempre fui fã dela. Eu a adoro.

The Digital Spy, junho de 2007.

Beyoncé – Halo

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Shakira ~AC/DC

Shakira é uma roqueira declarada, fã de bandas clássicas como Led Zeppelin, Rolling Stones, Nirvana, The Police… E, é claro, AC/DC. Tanto que a colombiana fez uma cover dos australianos. Alguém se lembra de Back In Black, versão Shakira? Os fãs do AC/DC não gostaram muito da homenagem, mas a paixão de Shakira pelo rock a faz incorporar o estilo à sua música.

“I’m a diehard AC/DC fan. I kill for ’80s music, especially AC/DC. I wanted to cover that song and it was a perfect opportunity to do it.”

Sou uma fã fervorosa de AC/DC. Morro pelas músicas dos anos 80, especialmente AC/DC. Eu queria fazer uma cover dessa música e essa foi a oportunidade perfeita.

Stars On Top (entrevista ao VH1)

Shakira – Back In Black

[youtube-http://www.youtube.com/watch?v=RRGuF0olT1s]

Marcelo Camelo ~ Bon Jovi

Em entrevista à Folha de SP, Marcelo Camelo confessou sua paixão de longa data pela veterana banda de rock Bon Jovi.

“O que você quer saber? -Como comecei na música? Bem, até os 15 anos eu ouvia muito Bon Jovi. Durante cinco anos, foi só Bon Jovi. Sei o nome dos caras todos, conheço as tatuagens. É, os negos me sacaneiam até hoje, não é, cara? Gostar do Bon Jovi. Outro dia eu achei um calendário dele e botei na geladeira. Os amigos ficam rindo de mim, que engraçado.”

Folha de SP, novembro de 2008.

Bon Jovi – It’s My Life

Rihanna ~ Paramore

Recentemente Rihanna revelou suas grandes paixões à revista Vanity Fair. E em meio a tantas coisas, lá estavam seus performers preferidos: Jay-Z e Paramore. Ok, o Jay-Z não era nenhuma novidade. O que realmente surpreendeu foi o Paramore. Parece que a ruiva Hayley Williams criou uma certa sintonia com a hiper ruiva Rihanna.

Confira a prova: Vanity Fair, janeiro de 2011.

Paramore – Brick By Boring Brick

Lady Gaga ~ Iron Maiden

Não, se você pensou em Elton John, Madonna, David Bowie, Cyndi Lauper, se enganou. Além dessas, Lady Gaga também gosta de Black Sabbath e, quem diria, Iron Maiden!

“Eu amo Black Sabbath, Iron Maiden. Eu costumava cantar ‘Run To The Hills’ com cocares indígenas e biquínis correndo em volta do palco com um lança chamas… era uma aberração incrível!”

Daily Star, março de 2009.

Iron Maiden – Run To The Hills

Kurt Cobain ~ Iggy And The Stooges

Kurt Cobain, o lendário vocalista do Nirvana tem várias referências na música, até mesmo a banda brasileira Mutantes. Mas Iggy And The Stooges também faz parte dessa lista. O performático e elétrico Iggy Pop é um dos grandes ídolos de Kurt, que sempre dizia que Raw Power é o melhor disco que já ouviu.

“Iggy Pop was my total idol.”

Iggy Pop era meu ídolo total.

Stereogum, no especial 20 músicas que influenciaram Kurt Cobain, em dezembro de 2006.

Iggy And The Sooges – Search And Destroy

Kanye West ~ Red Hot Chili Peppers

Além dos ídolos do mundo do Rap e do Hip Hop, Kanye West também tem uma grande admiração por uma das grandes bandas do rock mundial, o Red Hot Chili Peppers.

“I think of melodies, I think of really strong melodies and stuff (…) You know, [Red Hot Chili Peppers’] Anthony Kiedis wasn’t the best singer in the world, but that’s my favorite group.”

Eu penso nas melodias, penso nas melodias fortes e tal (…) Sabe, o Anthony Kiedis (do RHCP) não era o melhor cantor do mundo, mas esse é a minha banda favorita.

Gigwise, novembro de 2008.

Red Hot Chili Peppers – Californication

Julian Casablancas ~ Sam Cooke

Para quem não conhece, Sam Cooke é considerado um dos grandes cantores e compositores do R&B. E para Julian Casablancas, o autor de sua música favorita, A Change Is Gonna Come. Um hino regravado por vários artistas e reverenciado pelo vocalista dos Strokes:

“When I hear Sam Cooke’s ‘A Change Is Gonna Come’, it frustrates me because no matter how hard I try, I can never be that good.”

Quando eu escuto A Change Is Gonna Come, do Sam Cooke, eu fico frustrado, por que sei que não importa o quanto eu tente, eu nunca poderei ser tão bom assim.

Julian Casablancas (Rolling Stone, 2003)

Sam Cooke – A Change Is Gonna Come

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Jack White ~ Arctic Monkeys

O disco de estreia do Arctic Monkeys foi um fenômeno. Aclamado pela crítica, a banda britânica recebeu até o título de “a salvação do rock”. Mas eles também conquistaram grandes fãs famosos e um deles é Jack White, da extinta The White Stripes:

“I love the Arctic Monkeys. Who doesn’t? I’d love to see them live, but haven’t got round to it yet. I never get to see bands because I’m never in the same town for more than two seconds.”

Eu amo os Arctic Monkeys. Quem não ama? Eu adoraria vê-los ao vivo, mas ainda não tive a oportunidade. Nunca consigo ver as bandas porque nunca estou na mesma semana por mais de duas semanas.

NME, março de 2006.

Arctic Monkeys – I Bet That You Look Good On The Dancefloor

Christina Aguilera ~ Radiohead

A diva de voz poderosa surpreendeu ao dizer que gostava de Radiohead. E até já marcou presença em um dos shows da banda. Não só pelo gosto, mas pelo fato de gostar de ouvir a voz de Thom Yorke enquanto faz sexo. Foi isso que disse Christina Aguilera, quando revelou que ouvir a si própria não era uma boa ideia, já que ela se dispersava analisando sua própria performance vocal:

“I’d be too busy analyzing my own voice. I get very nitpicky. I like listening to Thom Yorke from Radiohead. That’s good sexy-time music.”

Eu ficaria muito ocupada analisando a minha voz. Fico muito crítica. Gosto de ouvir Thom Yorke do Radiohead. Música perfeita para a hora do sexo.

Em entrevista ao Grammy Awards, em 2007.

Radiohead – All I Need

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: