"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

Posts marcados ‘Música’

Todos os Números 1 das paradas americanas reunidos num único lugar!

Ou mais especificamente em 2 players!

Todos os singles que alcançaram o topo das paradas americanas (até 1993) estão listados e compilados nos dois players abaixo. O mais legal é tentar identificar os nomes dos sucessos e das bandas ou artistas responsáveis por eles, relembrar os clássicos e se surpreender. Dá pra ser perfeitamente a playlist de uma festa ou mesmo uma ótima trilha sonora  para o trabalho.

Five Seconds Of Every #1 Pop Single Parte 1

Five Seconds Of Every #1 Pop Single Parte 2

Para ajudar àqueles que quiserem tentar identificar as canções, navegue por cada ano e descubra:

[Lista de Number One Hits das Paradas Americanas]


*Os hits compilados nos players não estão em ordem cronológica.

Anúncios

Ouça aqui nova música e clipe de Lotus Flower, do Radiohead

Faixa do álbum ‘The King Of Limbs’ já está circulando pela web


Para os fãs que acompanham os passos do Radiohead, Lotus Flower não é exatamente  uma novidade. Em 2009, Thom Yorke apresentou a música no Echoplex, em Los Angeles. Com a banda completa, a música foi tocada pela primeira vez num show beneficente para arrecadar doações para o Haiti, em 2010. A última vez que a música foi executada foi em 25 de fevereiro de 2010, em Cambridge.

E a banda já lançou de uma vez música e clipe. Como vocês podem ver, Thom Yorke aparece dançando de forma bastante excêntrica, o que já causa bastante estranhamento só pelo fato dele estar dançando. Yorke produz um espetáculo freak, introspectivo, singular, intenso e assimétrico. É quase uma órbita uraniana.

UPDATE:

O lançamento do álbum foi antecipado em 24 horas. Sabe o que isso significa? Que ele sai hoje (18/02) e não amanhã, como estava programado. O álbum já esta sendo enviando àqueles que já o encomendaram. Havia uma transmissão de The King Of Limbs programada para Tóquio hoje, mas foi cancelada por motivos de segurança. E os rumores se confirmaram: o álbum tem mesmo ‘apenas’ 8 faixas. Confira o tracklisting:

‘Bloom’
‘Morning Mr Magpie’
‘Little By Little’
‘Feral’
‘Lotus Flower’
‘Codex’
‘Give Up The Ghost’
‘Separator’

[Fonte: NME]

Amy Winehouse volta com a música It’s My Party, tributo a Quincy Jones!

Circula pela internet a música que faz parte de um álbum tributo a Quincy Jones

Quem estava com saudade da diva cantando, na expectativa de material novo… Bom, está aí. It’s My Party já circula pela internet e é uma das faixas que estará no álbum tributo a Quincy Jones e que sai na próxima semana. O disco conta ainda com as participações de Mary J. Blige, Usher, Jennifer Hudson, Jammie Foxx, Wyclef Jean, Ludacris e Akon e se chama Q: Soul Bossa Nostra

A música é originalmente de Lesley Gore, produzida por Jones, e foi lançada em 1963.

I’ts My Party – Quincy Jones feat. Amy Winehouse

Ouça a versão original:


Abaixo, o tracklist completo do álbum:

1. Ironside (feat. Talib Kweli)

2. Strawberry Letter 23 (feat. Akon)

3. Soul Bossa Nostra (feat. Ludacris, Naturally 7 & Rudy Currence)

4. Give Me The Night (feat. Jamie Foxx)

5. Tomorrow (feat. John Legend)

6. You Put A Move On My Heart (feat. Jennifer Hudson)

7. Get The Funk Out Of My Face (feat. Snoop Dogg)

8. Secret Garden (feat. Usher, LL Cool J, Robin Thicke, Tyrese, BarrWhite & Tevin Campbell)

9. Betcha Wouldn’t Hurt Me (feat. Mary J. Blige, Q-Tip & Alfredo Rodriguez)

10. Everything Must Change (feat. BeBe Winans)

11. Many Rains Ago (Oluwa) (feat. Wyclef Jean)

12. PYT (feat. T-Pain & Robin Thicke)

13. It’s My Party (feat. Amy Winehouse)

14. Hikky-Burr (feat. Three 6 Mafia & David Banner)

15. Sanford & Son (feat. T.I., B.o.B., Prince Charlez & Mohombi)

Michael Jackson: Há 1 ano morria o Rei do Pop

Em 25 de junho de 2009, o mundo parou por causa da notícia da morte do maior artista vivo da música pop

Por Romulo Rodhrigues

Todos certamente se lembram exatamente o que faziam no momento em que foram informados sobre a morte de Michael Jackson. Me lembro que era por volta de 7, quase 8 horas da noite quando estava numa aula na faculdade e de repente um colega entra na sala e anuncia a morte de Michael Jackson. Ninguém acreditou na notícia. A medida em que o tempo ia passando percebíamos que era verdade e queríamos saber mais detalhes sobre o ocorrido. Provavelmente muitas pessoas foram surpreendidas na rua, no shopping ou num restaurante, ou seja, tiveram suas rotinas quebradas pela notícia da morte do maior ícone da nossa música até então. Você provavelmente também, se lembra do que estava fazendo naquele dia e naquela hora.

Naquele momento Michael Jackson saía da vida para entrar pra história. Somente a morte consagra os grandes mitos. O dia seguinte foi atípico: rádio e TV dedicados quase que exclusivamente a trazer informações sobre a tragédia da morte do cantor. Nas ruas, nunca ouvi tanto Michael Jackson, era como se a morte dele tivesse trazido vida à sua música. Acusações de pedofilia e excentricidades sucumbiram diante da arte remanescente do artista.

O pior foi que sua morte se deu às vésperas da estreia da turnê definitiva This Is It, que o cantor faria em Londres no mês seguinte. Nela, Michael apresentaria os grandes sucessos de sua carreira, uma carreira que talvez nenhum artista posterior deve conseguir superar. Nem o próprio Michael foi capaz de superar a si mesmo. A fase de Thriller representou o ápice de uma carreira brilhante, o topo. E como não há nada além do topo, para avançar é preciso descer. Foi o que fez Michael Jackson. Pressionado pela imprensa e pela indústria, o cantor travou uma luta contra si mesmo e acabou perdendo. Restou a figura de um dos maiores artistas contemporâneos, o ídolo, o ícone.

A seguir vamos conferir uma videografia selecionada do Rei do Pop:

Para começar, o início de tudo nos Jackson 5. O menino prodígio:

Off The Wall e a afirmação de Michael Jackson:

Thriller, o auge:

Em Bad o sucesso continua, mas com menos brilho:

Dangerous supera Bad graças ao clipe Black or White:

Em HIStory, grandes sucessos, músicas inéditas e o início do declínio:

Invincible, a luta de Michael Jackson contra seu eu invencível:

E junto com sua morte, o ícone da música leva consigo recordes que provavelmente não serão batidos: O disco mais vendido da história, o clipe mais caro já feito, a maior campanha de marketing já realizada para um disco, entre outros. Michael Jackson foi um mito que nem o próprio conseguiu superar e que a história e o tempo cuidarão de eternizar.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: