"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

Arquivo para maio, 2010

Nações Unidas Pelo Rock #3 – Argentina

Viajando para a América do Sul, vamos conhecer o som dos nossos hermanos argentinos

Por Romulo Rodhrigues

Dando continuidade a nossa série sobre bandas independentes pelo mundo, chegamos à Argentina. A terra do tango e do alfajor, do futebol aguerrido e passional. Todos esses elementos da cultura portenha estão presentes no rock dos nossos vizinhos. Quase não há bandas que cantam em inglês, a grande maioria canta em seu idioma original. E o que você conhece de música argentina? Além do tango, é claro. Talvez conheça a (indispensável) banda Pescado Rabioso, ou a Bajofondo. Mas há a cena indie rock. E nós garimpamos duas boas bandas de lá: El Mató A Un Policia Motorizadoe Mataplantas (nomes curiosos, né?).

Vamos começar pela El Mató A Un Policia Motorizado. A banda é da cidade de La Plata mistura punk rock com melodias cadenciadas e elementos de noise. Pixies, Sonic Youth e Beach Boys estão entre as influências da banda portenha.

Aqui você pode conferir o mais novo clipe da banda, o Día de Los Muertos, do disco homônimo de 2008.

Nossa segunda banda é a Mataplantas, formada em 2000, batizada em 2004 e oficializada em 2005. Cheios de experimentações sonoras, suas músicas acabam por se traduzir num pop/indie/rock progressivo. Sim, é tudo isso junto numa coisa só. Sem esquecer os elementos latinos, que podem ser percebidos na percussão das canções.

Escolhi a música Hawaii, uma das mais legais da banda:

Não deixe de conferir outros sons das bandas de hoje:

myspace.com/elmatoaunpoliciamotorizado

myspace.com/mataplantas

E se você não chegou a ver nossas primeiras publicações, basta clicar e conhecer:

Nações Unidas Pelo Rock #1: França

Nações Unidas Pelo Rock #1: Alemanha

E na próxima semana continuaremos hablando la lengua, porque vamos a España! Mas pretendo achar bandas que cantem em inglês, mas se não for possível, como hoje, não tem problema.

Hasta La Vista!

 

Anúncios

Nações Unidas Pelo Rock #3 – Argentina

Viajando para a América do Sul, vamos conhecer o som dos nossos hermanos argentinos

Por Romulo Rodhrigues

Dando continuidade a nossa série sobre bandas independentes pelo mundo, chegamos à Argentina. A terra do tango e do alfajor, do futebol aguerrido e passional. Todos esses elementos da cultura portenha estão presentes no rock dos nossos vizinhos. Quase não há bandas que cantam em inglês, a grande maioria canta em seu idioma original. E o que você conhece de música argentina? Além do tango, é claro. Talvez conheça a (indispensável) banda Pescado Rabioso, ou a Bajofondo. Mas há a cena indie rock. E nós garimpamos duas boas bandas de lá: El Mató A Un Policia MotorizadoMataplantas (nomes curiosos, né?).

Vamos começar pela El Mató A Un Policia Motorizado. A banda é da cidade de La Plata mistura punk rock com melodias cadenciadas e elementos de noise. Pixies, Sonic Youth e Beach Boys estão entre as influências da banda portenha.

Aqui você pode conferir o mais novo clipe da banda, o Día de Los Muertos, do disco homônimo de 2008.

Nossa segunda banda é a Mataplantas, formada em 2000, batizada em 2004 e oficializada em 2005. Cheios de experimentações sonoras, suas músicas acabam por se traduzir num pop/indie/rock progressivo. Sim, é tudo isso junto numa coisa só. Sem esquecer os elementos latinos, que podem ser percebidos na percussão das canções.

Escolhi a música Hawaii, uma das mais legais da banda:

Não deixe de conferir outros sons das bandas de hoje:

myspace.com/elmatoaunpoliciamotorizado

myspace.com/mataplantas

E se você não chegou a ver nossas primeiras publicações, basta clicar e conhecer:

Nações Unidas Pelo Rock #1: França

Nações Unidas Pelo Rock #1: Alemanha

E na próxima semana continuaremos hablando la lengua, porque vamos a España! Mas pretendo achar bandas que cantem em inglês, mas se não for possível, como hoje, não tem problema.

Hasta La Vista!

Workshop – Fotojornalismo em Casamento

Por Milene Guimarães

Reinaldo e Fernanda

O casal de fotógrafos Fernanda Marques e Reinaldo Martins ministraram, na última quinta (20/05) e sexta-feira (21/05), o workshop de fotojornalismo em casamento no Hotel Windsor Miramar, no Rio de Janeiro. O evento, que aconteceu em dois dias, foi regido com muita animação e bom humor. O casal dividiu suas experiências profissionais, técnicas novas de fotografia, e conduziu uma reflexão sobre o que é fotojornalismo. Participaram do workshop vários fotógrafos e quinze alunos do curso de Comunicação Social do UNIPLI, que foram acompanhados pelo professor de fotografia Silvio Machado.

Reinaldo e Fernada passando instruções no curso

Fernanda e Reinaldo confessaram que passaram por certas dificuldades e alguns preconceitos no início de suas carreiras como fotógrafos. A decisão de fazer um trabalho diferente (fotojornalismo em casamento) levou a muitos questionamentos e críticas. “Esse tipo de questionamento só nos fez crescer.”- diz Fernanda. Eles optaram por um caminho diferente. Mostraram como é difícil inovar, como as pessoas ainda pensam que fotografia e arte são coisas distintas. E também provaram que com muita dedicação, as dificuldades se tornam sucesso.

A idéia principal do workshop era “abrir a mente” dos fotógrafos para um novo conceito de foto. O fotojornalismo em casamentos é uma forma de ir além da imagem, é transmitir a emoção própria daquele acontecimento. Esse tipo de prática faz com que o fotógrafo interfira de maneira mínima ou até nula, nas fotos. A idéia é registrar o momento como foi, sem enfeites ou alegorias. Mas obter tudo isso não é fácil e, vários fotógrafos acabam por procurar essa prática por mero interesse comercial. Coisa que atrapalha quem realmente quer fazer um trabalho honesto e bem feito. Outro problema, também relatado, são os noivos, que querem algo diferente em seus álbuns, mas não sabem direito o que é fotojornalismo. É preciso ter paciência e profissionalismo para superar essas dificuldades.

Alunos de Comunicação que participaram do workshop

O casal também atentou para o olhar, que deve ser o diferencial no fotojornalismo. É esse olhar atento que vai dar a medida certa para um bom trabalho. O fotógrafo precisa treinar seu olhar para poder mostrar algo que todo mundo já viu, mas de maneira diferente, inovadora.

A estética mais naturalista é a linha seguida por Reinaldo e Fernanda, que fazem questão de fotografar ao ar livre e utilizar bem pouco o flash. Estética que, inclusive, é bem aceita por seu público e muito bonita no resultado final dos álbuns. Também fazem um trabalho interessantíssimo com o making off e a preparação da noiva.

O evento também teve alguns exercícios práticos, onde os fotógrafos puderam experimentar de tudo o que aprenderam, desde a fotografia e suas técnicas até a diagramação.

E a proposta de inovar e inspirar parece que deu muito certo. Todos saíram muito empolgados com todas as experiências que trocaram e com idéias novas para colocar em para funcionar. As informações foram dadas, as técnicas também. E o desejo por novas possibilidades e novas maneiras de se fazer fotografia e arte ficou na mente. Agora é só inspirar-se e colocar em prática!

Quer saber mais sobre Fernanda Marques e Reinaldo Martins e seus trabalhos? Acesse: http://www.rffotoarte.com.br/

UFRJ promove Festival dedicado a Federico Fellini

Literatura e Cinema lançam seus olhares para a obra do cineasta italiano

Por Romulo Rodhrigues

Numa iniciativa do Departamento de Literatura da universidade, a partir do dia 31 será exibida a filmografia do cineasta italiano Federico Fellini, que completaria 90 anos em 2010. La Dolce Vita, a maior obra de Fellini faz em 2010 50 anos. Na programação, clássicos como A Estrada da Vida, Oito e ½ e Amarcord.

O Festival também deve promover palestras e discussões sobre a narrativa cinematográfica.

À esquerda, o cineasta Fellini e à direita, cena de seu maior clássico: A Doce Vida

Neste site você encontra a programação completa do Festival: Instituto Italiano de Cultura.

A exibição dos filmes  começa no dia 31 e vai até o dia 10 de junho. A entrada é franca.

Bionic Vazou! Agora completo!

O disco novo de Christina Aguilera vazou nessa última segunda-feira por inteiro

Por Romulo Rodhrigues


18 faixas, 1 hora de duração. Duas semanas antes do lançamento oficial do álbum, ele acaba de vazar para quem quiser baixar na internet. Desde o lançamento de Not Myself Tonight, primeiro clipe de Bionic, Aguilera tem enfrentado críticas e comparações com Lady Gaga, ela até se viu obrigada a se pronunciar oficialmente, dizendo não ter nada contra Gaga e afirmando que a respeita como artista. Seu single não foi bem recebido nas paradas americanas e já há rumores de cancelamento de sua turnê agendada para julho.

A cantora lançou uma Edição Limitada para Fãs de seu novo trabalho e está confirmada para se apresentar na grande final do American Idol (nesta quarta, 26/5) e no MTV Movie Awards (6/6).

O link para download do álbum é: www.multiupload.com

E se você prefere adquirir o seu legalmente, vá no ChristinaAguilera.com

Você também pode esperar até Bionic chegar às lojas brasileiras.

Nações Unidas Pelo Rock #2 – Alemanha

Cena indie rock alemã também ferve!

Por Romulo Rodhrigues

Dando sequência à nossa série de posts sobre bandas indie mundo afora, chegou a vez de fazer uma blitz rápida na Alemanha. Todos sabem que esse país é conhecido pela sua música clássica, de Händel, Bach e Beethoven e também pelo Heavy Metal de bandas como Lacrimosa e Rammstein, também chamadas de Metal Gótico. A cultura gótica é bastante forte na Alemanha, presente em sua arquitetura e disseminada em diversos setores artísticos do país. Mas nem tudo são flores na “terra dos poetas e pensadores”. Ou você acha que não teríamos motivos para torcer o nariz para a Alemanha depois do Tokyo Hotel?

A banda Gods of Blitz é de Berlin

Pois bem, vamos ao que interessa: selecionei duas bandas independentes muito interessantes. A primeira é a banda Gods of Blitz, de Berlin. Indie rock, pop, metal e punk (bem dosados) compõem o som dos deuses do relâmpago. O Gods agrada americanos e britânicos do universo underground. O último disco da banda é Under The Radar, de 2008.

A música que vocês podem conferir abaixo é The Situation.

Para ouvir mais músicas, acesse o site oficial da banda, que aliás, não poderia ter um visual mais underground:

Site Oficial do Gods of Blitz

Outra recomendação germânica do Cactus é a Blackmail, banda que mistura o indie rock com música eletrônica e dance. Mas não é um padrão, na música False Medication, por exemplo, podemos ouvir uma sonoridade densa, cheia de elementos de noise, num som encorpado e “abafado”. O Blackmail investe bastante em experimentações. O último álbum lançado é Tempo Tempo, de 2009.

O último álbum da banda é o Tempo Tempo, de 2009

Abaixo, vocês podem conferir a faixa Feel It Day By Day:

E para ouvir mais músicas, já sabe né? MySpace da banda:

MySpace.com/Blackmail

Fiquem ligados, a próxima parada do Nações Unidas Pelo Rock será a Argentina. Vamos ver o que nossos hermanos vão nos trazer.

Perdeu nossa primeira viagem? Não faz mal, você pode ver o que achamos na França vendo nosso primeiro post do Nações, clicando AQUI.

Orquestra de Cordas da Grota se apresenta no Rio

Jovens de projeto de Niterói se apresentam em sala cultural do Rio.

Por: Luciano Simplicio

O projeto de Orquestra de Cordas da Grota, por si só, é uma iniciativa reveladora de talentos, já se destacaram nomes de meninos e meninas que através da arte e cultura mostraram como a sociedade deveria olhar melhor para as comunidades carentes.

Aulas na Comunidade

Desde 1995 essa iniciativa vem colhendo os frutos das oficinas ministradas na Comunidade da Grota do Surucucu, no bairro da Cachoeira, Niterói. A OCG (Orquestra de Cordas da Grota), como é chamada por alguns Já se apresentou em diversos espaços culturais de Niterói em outros estados e também fora do país, como em Portugal e EUA.

Semana que vem no dia 27 de Maio, eles se apresentam no Centro Cultural Justiça Federal no centro Rio e irão mostrar tudo que os jovens aprenderam ao longo desses quase quinze anos de projeto.

Orquestra da Grota do Surucucu

Quem quiser conhecer um pouco mais do projeto pode no blog da orquestra no endereço: http://bit.ly/bLKNkQ

O Centro Cultural Justiça Federal fica na Avenida Rio Branco, 241 centro-Rio de Janeiro, RJ maiores informações pelo telefone: 021-32612550 ou no site WWW.ccjf.gov.br

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: