"So I think It’s Time For Us to Have a Toast" – Kanye West (Runaway)

Posts marcados ‘Britney Spears’

O impressionante reinado do fenômeno Adele

“Eu não faço música para os olhos. Eu faço música para os ouvidos”

Essa é uma das declarações dadas por Adele à revista Rolling Stone de abril deste ano. Numa clara referência à nomes como Katy Perry e Lady Gaga, Adele faz questão de se diferenciar. A cantora britânica é, sem dúvidas, o grande nome da música em 2011 até agora. Alcançando marcas impressionantes e quebrando recordes, Adele superou as voltas de Britney Spears e do Foo Fighters, o segundo álbum de Lady Gaga e debut de Jessie J no Reino Unido.

Adele – Someone Like You

Tanto na América quanto no Reino Unido, o 21 de Adele segue soberano. Em terras britânicas, onde a cantora está em casa, o feito foi quebrar o recorde de ninguém menos que Madonna: 10 semanas em primeiro lugar. Atualmente já são 14 semanas consecutivas no topo. Além disso, o álbum 19, o primeiro da carreira da cantora aparece em 2º nos charts e vem frequentando as paradas há um certo tempo. Na Billboard, Adele chegou a perder o primeiro lugar para Britney Spears e Foo Fighters, mas acabou recuperando o topo na semana seguinte. São 6 semanas não-consecutivas dominando as paradas americanas. Na semana de 12/5, Adele conseguiu finalmente chegar ao primeiro lugar do Hot 100 da Billboard, chegando ao posto mais alto das paradas americanos tanto em singles quanto em álbuns.

Além disso, os singles têm feito bastante sucesso. Rolling In The Deep continua entre as 10 melhores da Billboard. Outro grande número alcançado pela britânica é ter conseguido ser a primeira e única artista a superar 1 milhão de cópias vendidas de um álbum até agora em 2011.

Rolling In The Deep gerou vários mashups e virais pela internet. Um deles é esse com o hit Till The World Ends, da Britney Spears:

Mas um dos melhores é esse, com Ready For The Floor, do Hot Chip: Rolling On The Floor.

Quem esperava que 2011 fosse o ano de Lady Gaga ou Britney Spears, se enganou. Pelo menos até Born This Way ser lançado, Adele deve continuar reinando.

Anúncios

Estrelas da música e do cinema sob as lentes do polêmico e exuberante David LaChapelle

lachapelle-5049

David LaChapelle

David LaChapelle é um dos fotógrafos mais aclamados no mundo pop. Conhecido pela grande extravagância, LaChapelle sempre procura extrair de seus fotografados o apelo sexual. Além disso cria cenários excêntricos, multicoloridos e abusa de referências. Ele já trabalhou para revistas como Interview (no início da carreira), Photo, GQ, Vogue, Vanity Fair e Rolling Stone. O novaiorquino tem um grande número de celebridades em seu currículo. David já conseguiu extrair as mais evidentes facetas de seus modelos e você pode conferir tudo na galeria especial que montamos abaixo com astros da música e do cinema:

Michael Jackson

Madonna

Lady Gaga

Kanye West

Britney Spears

Christina Aguilera

Eminem

(mais…)

Estrelas do Cinema atual caracterizadas de Pin-Ups!

As imagens foram retiradas de ensaios especiais ou fotos promocionais e mostram grandes estrelas do cinema fotografados em estilo vintage, caracterizadas de pin-ups. Veja como o photoshop pode transformar estrelas atuais do cinema em musas dos anos 50:

Scarlett Johansson (de Vicky Cristina Barcelona)

Mila Kunis (de Cisne Negro)

Amanda Seyfried (de A Garota da Capa Vermelha)

Freida Pinto (de Quem Quer Ser Um Milionário)

Kristen Bell (de Burlesque)

Brittany Murphy (de Grande Menina, Pequena Mulher)

Christina Aguilera (de Burlesque)

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Rebecca Romijn (de X-Men)

Carla Gugino (de Sucker Punch – Mundo Surreal)

Isla Fischer (de Os Delírios de Consumo de Becky Bloom)

Keri Russell (de Um Faz de Conta Que Acontece)

 

Crítica: Femme Fatale – Britney Spears

Mesmo sem grandes highlights, Britney consegue lançar um dos melhores trabalhos de sua carreira


Demonstrando evolução, inteligência e assimilação do novo mercado, a diva pop chega ao seu sétimo álbum lançado (data oficial: 29/3). E Femme Fatale é um disco oportunista e contemporâneo, pois consegue captar a demanda do mercado pop atual, que todos conhecemos pelo nome de Electropop, variante da Pop Music que já conhecemos desde o início da década, mas que chegou ao seu auge nos dois últimos anos. Nomes como Ke$ha, Lady Gaga, David Guetta e Black Eyed Peas são exemplos de como o Electropop dominou a música nesses últimos anos. Rihanna foi a mais recente popstar a perceber o novo cenário e reformulou sua música para se adequar. Funcionou.

E eis que Britney Spears volta com um disco forte, de batidas incrivelmente envolventes, refrões poderosos, muitos sintetizadores, auto-tune e outros elementos eletrônicos. Os dois primeiros singles demonstram a força do álbum: Hold It Against Me e Till The World Ends, trazem refrões pegajosos e um ritmo envolvente. Um acerto para os amantes da Pop Music. E mesmo abusando do Eletrocpop, que na verdade é uma prática musical extremamente pobre, Britney faz uma boa mistura de batidas e ritmos. Dá pra encontrar de tudo em Femme Fatale: músicas cheias de overdubs, uptempo, batidas de todo tipo e textura, refrões grudentos… Um caldeirão pop.

Big Fat Bass – Britney Spears feat. Will.i.am

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Logo após o início sufocante com Hold It Against Me e Till The World Ends, Femme Fatale pisa no freio com Inside Out. As faixas I Wanna Go e How I Roll destoam e não funcionam, são as mais fracas do álbum, seguida de Criminal. Depois, uma boa sequência com (Drop Dead) Beautiful, Seal With A Kiss e a excêntrica e poderosa Big Fat Bass, com Will.i.am. Trip To Your Heart é a melhor faixa do disco, um oásis depois de tantas batidas sufocantes. Fechando tem a faixa Gasoline, com pinta de terceiro single e Criminal.

Trip To Your Heart – Britney Spears

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Femme Fatale é um álbum de acordo com o mercado, muito bem produzido e apesar de parecer inovador em seus ritmos, mostra-se apenas inteligente e atento à demanda do mundo pop. Tem ótimos músicas, como já citamos, mas após algumas audições já se mostra cansativo. Em todo caso é um acerto musical de Britney Spears, um álbum homogêneo, explosivo, de pista de dança e paradas de sucesso. Resta saber até quando a moda do eletropop continuará reinando.

Lady Gaga, Christina Aguilera, Rango, Arctic Monkeys… Um apanhado geral da semana!

Foi uma semana movimentada no mundo da música e do cinema

Pós-Oscar 2011: O Discurso do Rei, Colin Firth, Natalie Portman, apresentadores e baixa audiência

A 83ª edição da mais importante premiação do cinema mundial decepcionou. Ao menos os críticos e a imprensa. Os apresentadores James Franco e Anne Hathaway não agradaram, acabaram demonstrando pouca sintonia e Franco parecia distante e apagado. Mesmo com os filmes mais populares de 2010 na concorrência pelas estatuetas, a audiência da premiação caiu 10% em relação a 2009. Os grandes consagrados da festa foram: Colin Firth (Melhor Ator), Natalie Portman (Melhor Atriz), Melissa Leo (Melhor Atriz Coadjuvante), Christian Bale (Melhor Ator Coadjuvante) e o filme britânico O Discurso do Rei, vencedor de 4 Oscar, inclusive Melhor Filme.

Lady Gaga estreia clipe, apresenta música nova e aterrissa nas passarelas

Na segunda-feira a cantora estreou o clipe de Born This Way, carregado de imagens fortes, simbolismos e referências e logo dominou o Twitter. Depois, a cantora lançou a música Government Hooker durante o desfile da grife Mugler, para a semana de Moda de Paris, para a qual ela desfilou. No fim da semana, Gaga confirmou sucesso com Born This Way permanecendo no topo da Billboard depois de estreia bem-sucedida.

Lady Gaga – Born This Way

Lady Gaga – Government Hooker (preview)

‘Rango’ encanta os críticos

A nova animação da Pixar, com direção de Gore Verbinski, já é sucesso de críticas logo após sua estreia. Rango conta a história de um camaleão comum que vai parar por acidente na cidade de Dirt, um lugar sem lei que precisa desesperadamente de um novo xerife. Rango tem arrancado suspiros, risos e aplausos de público e crítica.

Christina Aguilera vive semana conturbada, mas dá esperança aos fãs

A cantora e estrela de Burlesque se envolveu no pior episódio de sua carreira esta semana: foi detida pela polícia, que alegava que a cantora estava bastante alterada e seu namorado dirigia bêbado. Se tornou um dos assuntos mais comentados da semana, já que o ocorrido acabou sendo o auge da má fase de Aguilera. Mas no fim da semana, ela confirmou que será jurada do reality show The Voice, ao lado de Cee-lo Green e Adam Levine. Rolou um boato (não confirmado) de que ela poderia lançar um novo single de Bionic e a música seria I Am.

 

Novo single de Britney Spears vaza

Britney vem postando vários previews de faixas do seu futuro álbum, Femme Fatale. Mas a música Till the World Ends vazou completa e está disponível para quem quiser ouvir. Confira:

The Strokes lançam clipe de ‘Under Cover Of Darkness’

Para marcar de vez o retorno da banda, chegou nesta semana o clipe do single Under Cover Of Darkness. Limpo e bonito, o vídeo é feito com muitos planos-sequências. Julian Casablancas retorna ao posto de frontman dos Strokes em grande estilo. Veja Under Cover Of Darkness:

Arctic Monkeys ressurge com nova música e clipe

A banda britânica lançou sem muito alarde um novo clipe. O vídeo é da música Brick By Brick e está no site oficial da banda. Pouco se sabe sobre material novo, apenas que Alex Turner e cia. estão em estúdio e confirmados em festivais de música. O single é resultado do trabalho de estúdio pra gravação do novo álbum da banda, ainda sem data definida para lançamento. Assista à Brick By Brick:

 

Por que Britney Spears cometeu o mesmo erro que Christina Aguilera?

Com o lançamento de ‘Hold It Against Me’, Britney sente o que Aguilera viveu quando lançou ‘Not Myself Tonight’ em 2010


Muitos fãs não suportam as (inevitáveis) comparações que a imprensa faz entre as cantoras, mas depois do lançamento de Hold It Against Me, o clipe, nós do Cactus Buzz lembramos inevitavelmente de Not Myself Tonight. Não. Não estamos dizendo que se trata de uma cópia. Os clipes são completamente diferentes. Mas a ideia é a mesma: fazer um clipe cheio de referências, uma representação do mundo da música pop, coreografia, sensualidade. Porém as duas erraram. Mesmo que os fãs mais fervorosos das duas divas não admitam, em ambos os clipes há um conceito mal trabalhado e uma ideia superficial e excessos, muitos excessos.

Para quem ainda não viu, o site da MTV americana fez uma matéria com as 10 principais referências encontradas no novo clipe da Britney: As referências à Cultura Pop em ‘Hold It Against Me’ da Britney Spears.

Quando Not Myself Tonight, da Christina Aguilera, foi lançado, a MTV fez a mesma análise do vídeo, buscando as referências contidas no clipe: Clipe ‘Not Myself Tonight’ de Christina Aguilera e as Colagens da Cultura Pop.

É bem verdade que a MTV adora buscar essas referências em clipes dos grandes nomes do pop atual, como fez também com Lady Gaga em Alejandro e Kanye West em Runaway. A música pop é feita de referências e isso é natural. Mas é preciso ter cuidado ao usá-las e tanto Aguilera quanto Britney erraram.

Em Not Myself Tonight Christina Aguilera presta homenagem às divas e ícones da música pop, deixa a sua personalidade de lado e assume a de outras pessoas. Erros: esteticamente o vídeo não é bonito, algumas referências são absolutamente desnecessárias, como às feitas a Lady Gaga e Gwen Stefani. As duas são muito atuais e contemporâneas para serem tão referenciadas. E mais: são muitas ideias dentro de um conceito, imagens agressivas, muitos cortes e pouca coerência e harmonia de significado.

E não é que Britney faz exatamente a mesma coisa em HIAM? Apesar da maioria das críticas serem negativas, Britney não chegou a ser tão criticada quanto Aguilera. Erros: o excesso de elementos, luz e cores, ideias que se perdem no conceito, muitas propagandas e no final de tudo, quase uma ausência de significado.

Infelizmente esse é o efeito pós Bad Romance da Lady Gaga no mundo pop. Ela virou referência para artistas que devem ser suas próprias referências ou, ao menos, buscar referências mais consistentes em suas raízes musicais. E isso não é nenhuma acusação de plágio, cópia ou coisas do tipo. Nada contra Lady Gaga, mas um artista não pode tomar uma outra figura contemporânea como referência direta.

Esperamos que Britney Spears e Christina Aguilera, que já foram referências quando o assunto era música pop, encontrem suas verdadeiras identidades.

ESTREIA: Britney Spears – Hold It Against Me

Britney Spears finalmente estreou o seu mais novo clipe


O que achamos: parece que Britney se perde no meio de tanta informação. É muito brilho, luz, cor… Hold It Against Me é forte e intenso. Tem referências futurísticas, coreografia, caras e bocas, mas deixa muito a desejar. Podemos dizer que o clipe é a representação da música pop: excessos, desconstrução de imagens, rivalidade e como não pode deixar de ser, lá estão as referências a outras produções do gênero. Mariah Carey em Heartbreaker e Madonna em Die Another Day são inspirações claras na cena da briga entre as Britneys. Aliás, essa é a grande cena do vídeo. Mas de resto, Britney falha em todos os sentidos, transmitindo pouca informação concreta num recorte de imagens fragmentadas. Mas não diria que faltou exatamente originalidade à Britney, o que faltou foi uma boa direção e um pouco mais de bom gosto.

Você também pode assistir ao clipe em:

Assista em nosso Tumblr: http://bit.ly/h7HS7y

Perez Hilton: http://bit.ly/e0VUUT

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: